O Calendário Maia e a Era da Informação

Calendário Maia

Vivemos a era da informação, e portanto, Comunicação é uma de nossas necessidades básicas.

Comunicação é o intercâmbio de pensamentos entre duas pessoas. Quando falamos com alguém somos transmissores de uma mensagem e nosso interlocutor é um receptor desta mensagem.

Falada ou escrita temos o poder, através da comunicação, de criar um pouco de nosso “mundo” no “mundo” ou cabeça das outras pessoas, compartilhando experiências e aprendizado.

É por isso que nunca se evoluiu tanto em tão pouco tempo e cada vez mais rápido. As pessoas conversam mais e compartilham mais gerando mais conhecimento em escala exponencial.

É fácil se comunicar hoje em dia, temos computadores, telefones e uma parafernália de softwares que nos colocam em contato instantaneo com o mundo. Mas você já parou pra pensar como era demorada uma carta enviada de um continente a outro no ano de 1530 por exemplo?

Eram necessários meses a fio dependendo da distância entre os países. Foi assim por muito tempo e começou a mudar quando o homem descobriu a eletricidade e, principalmente como domá-la e manipulá-la.

Fim do mundo em 2012?
Você acredita no fim do mundo em 2012?

Quer saber a sequencia dos fatos?

Vamos lá: em 1632 o Alemão Otto Von Guericke, conseguiu fabricar o primeiro gerador de eletricidade estática. Os estudos foram avançando e em 1748 Benjamin Franklin descobriu e provou que o raio era uma forma pura de eletricidade.

Até aí tudo bem. Já se sabia que a coisa existia mas e daí? Calma. Em 1792, Alessandro Volta consegue um feito genial. Conservar e guardar a energia elétrica. Estava inventada a bateria. Sim! Essa que você tem no bolso, e quando ela acaba você fica sem celular.

Em 1820 Hans Christian Oersted descobre que a eletricidade cria um campo magnético e em 1837 Michael Faraday, descobre que movendo um magneto (pedaço de ferro imantado) o fluxo de eletricidade criava uma onda. Que onda era essa? A onda eletromagnética.

Depois, em 1837 Samuel Morse criou o código que foi batizado com seu nome e inventou o Telégrafo. Os primeiros eram com fio e a medida que os cientistas foram conhecendo mais sobre como transmitir as ondas passaram a ser sem fio. Wireless, como se diz hoje. Foi assim que tudo começou.

O campo eletromagnético é vital para a atmosfera da Terra
O campo eletromagnético é vital para a atmosfera da Terra.

Em 1876 Gran Bell registra a patente do telefone. Vejam bem. Estamos falando da mesma onda eletromagnética que leva a música das rádios FM a seu carro ou iPhone, a programação de TV por satélite ou aberta a sua casa, a mesma do telefone sem fio ou do telefone celular, da internet, que hoje também é um computador capaz de disponibilizar uma gama cada vez maior de aplicativos!

É por essas e outras que somos a sociedade da Informação. Afora isso, existe ondas eletromagnéticas salpicadas em nosso cotidiano, da hora que nos levantamos até a hora de dormir.

Embora as pessoas comumente não percebam, interagem com o campo eletromagnético da terra o tempo todo, não somente quando ligam aparelhos elétricos, mas também quando esquentam leite no microondas, quando utilizam  controle remotos na TV, home theather, portão eletronico, nos equipamentos de diagnóstico de saúde tais como ressonância magnética e por aí vai.

Não irei me assustar se num futuro próximo homem e tecnologia, num processo de simbiose não se fundirem em uma coisa só!

Então a ciencia já sabe tudo sobre eletromagnetismo?

Não. O eletromagnetismo ainda é um fenômeno a ser estudado, juntamente com outros ramos da ciência como geologia, astronomia, física, química entre outros.

Cabe relatar um incidente ocorrido no Canadá em 1989, no qual durante momentos uma tempestade solar anulou o campo magnético causando um apagão em Quebec e Montreal.

Uma tempestade solar é capaz de paralisar a rede elétrica, causar interferências nos sinais de rádio, afetar os sistemas de navegação aéreos, as linhas telefônicas, etc.

Em 1859, uma forte tempestade solar afetou as linhas telegráficas dos Estados Unidos, do Reino Unido, da Argentina e todas ficaram inutilizadas.

O evento também foi causa de muitos incêndios. Além disso, a Aurora Boreal, fenômeno que só é visto nas regiões árticas, pôde ser visto em Roma, Havaí, no incidente mencionado em 1989 no Canadá e etc.

Esse fenômeno que ocorreu há 150 anos, afetou tudo que havia de elétrico, ou seja, os telégrafos. Hoje temos toda a sociedade baseada em satélites e comunicações wireless. Um evento desse pode nos levar à pré-história. A questão não é se, é quando. O fenômeno é conhecido desde a época de Galileu e por isso a Nasa tem lançado sondas para estudar as explosões e ventos solares.

Em 2012 ressurgiu com força total nas fofocas esotéricas sobre o fim do mundo, por conta do fim do calendário Maia se dar exatamente neste ano.

Coincidência? Talvez, mas como o seguro morreu de velho é bom manter os backup’s em dia e não estar debaixo de um chuveiro elétrico na hora que faltar luz!

Aurora Boreal
Belíssimo fenômeno da Aurora Boreal.

___

Este artigo foi publicado originalmente no blog do Grupo Avanzi: http://www.grupoavanzi.com/blog/o-calendario-maia-e-a-era-da-informacao.

Comentários no Facebook