Consignação de Frequências Analógicas pela Anatel

Radiocomunicação Digital

A Anatel estuda a possibilidade de voltar a liberar frequências em modulação analógica.

Por enquanto o assunto ainda está sendo debatido internamente, mas existe uma grande possibilidade do assunto gerar uma consulta pública que alteraria as normas hoje em vigor.

Em outros locais do mundo as entidades reguladoras, similares a Anatel, não proibiram o uso de frequências analógicas. Para estimular a utilização de rádios digitais, algumas tem oferecido desconto na taxa de uso de canais, ou ainda, em algumas regiões consignado as freqüências analógicas em caráter secundário.

Radiocomunicação Digital: Anatel estuda voltar a liberar frequências analógicas.
Radiocomunicação Digital: Anatel estuda voltar a liberar frequências analógicas.

Entendo que a revisão vem em boa hora haja vista o Brasil sequer possuir um equipamento certificado pelo Cepel ainda, e tal fato estar preocupando muitos gestores que iniciarão a migração, e agira não tem como concluir a operação de modo completo, ficando desprovido dos recursos dos sistemas digitais.

Outra dificuldade é o fato de dependermos muito de importações, para termos acesso aos rádios, sendo que um grande fabricante pretende lançar a linha digital nova no Brasil, que já se encontra homologada, mas sem disponibilidade nos distribuidores ainda.

De qualquer forma a palavra de ordem para o consumidor que pretende migrar em 2013 é cautela!